Amarelo

r/Brasil

2008.02.15 21:22 r/Brasil

A casa dos brasileiros no Reddit. Leia as regras e participe de nossa comunidade! The Brazilian community on Reddit. Feel free to post in English or Portuguese!
[link]


2008.09.15 07:53 Portugal

Um lugar para discutir apenas artigos relacionados com Portugal ou portugueses pelo mundo. Articles related to the country of Portugal and portuguese people around the world.
[link]


2014.11.22 17:39 mrbewulf Brasil Livre

Subreddit brasileiro livre de todo tipo de censura. Fale, converse, discuta sobre o que quiser. An uncensored brazilian subreddit, speak your mind.
[link]


2020.12.02 22:21 Gullible-Deal8737 Vento e agitação marítima vão colocar Portugal sob ‘aviso laranja’ e ‘aviso amarelo’

Vento e agitação marítima vão colocar Portugal sob ‘aviso laranja’ e ‘aviso amarelo’ submitted by Gullible-Deal8737 to u/Gullible-Deal8737 [link] [comments]


2020.12.02 18:38 Erick_The_Jacquin Minha mãe comprou um bolo pra comemorar meu último ano na escola, enquanto isso eu estou quase reprovando.

É isso, recebi o bolo hoje com um sorriso amarelo. Tô fazendo Ensino Médio + Técnico, já cai em reprovação automática em duas matérias técnicas, mas ainda tenho chance de pegar o diploma só do EM. Tô dependendo da nota de um trabalho interdisciplinar pra passar, e ai enquanto eu espero a nota sair fico comendo esse bolo que desce queimando na garganta.
submitted by Erick_The_Jacquin to desabafos [link] [comments]


2020.12.02 03:38 IFdeA18 Post Match Thread: Flamengo 1x1 Racing (2x2 no agregado) (4x5 nos pênaltis) Copa Libertadores - Oitavas de Final (Jogo de Volta)

Correção do título: 3x5 nos pênaltis.
Foi mal pelo erro galera 😑
 

Gols

Flamengo Resultado Racing
0x[1] Sigali '65
Willian Arão '90+3 [1]x1
 

Estatísticas

Flamengo Critério Racing
67% Posse de bola 33%
554 Total de passes 277
19 (5) Finalizações (à gol) 5 (3)
15 Escanteios 0
1 Impedimentos 0
13 Desarmes 14
13 Faltas 12
3 Cartões amarelos 2
1 Cartões vermelhos 0
 

Pênaltis

Flamengo Resultado Racing
0x[1] Lisandro López - Pen. Convertido
Filipe Luís - Pen. Convertido [1]x1
1x[2] Matías Rojas - Pen. Convertido
Gerson - Pen. Convertido [2]x2
2x[3] Sigali - Pen. Convertido
Pedro - Pen. Convertido [3]x3
3x[4] Alcaraz - Pen. Convertido
Willian Arão - Pen. Não Convertido 3x4
3x[5] Fabrício Domínguez - Pen. Convertido
 

Escalações

Flamengo Racing
4-2-3-1 3-5-2
G Diego Alves (1) G Arias (1)
LD Isla (40) Z Nery Domínguez (23)
Z Rodrigo Caio (3) Z Sigali (30)
Z Gustavo Henrique (2) Z Soto (3)
LE Filipe Luís (16) AD Fabrício Domínguez (8)
V Willian Arão (5) V Leonel Miranda (19)
V Gérson (8) V Matías Rojas (10)
M Éverton Ribeiro (7) M Fértoli (7)
M De Arrascaeta (14) AE Mena (5)
M Vitinho (11) A Reniero (29)
A Bruno Henrique (27) A Lisandro López (15)
T Rogério Ceni T Sebastián López
 

Reservas

Flamengo: G César (12), G Neneca (24), LD Matheuzinho (34), Z Gabriel Noga (32), Z Léo Pereira (4), LE Renê (6), V João Gomes (35), M Diego (10), A Michael (19), A Pedro Rocha (23) e A Rodrigo Muniz (39) e Pedro (21).
Racing: G Ibáñez (31), LD Cáceres (2), LD Pillud (4), Z Orbán (6), V Banega (27), M Solari (18), M Montoya (22), M Alcaraz (26), M Melgarejo (35), M Tanda (42), A Godoy (14), A Garré (17) e A Cvitanich (20)..
 
21h30, 01 de dezembro de 2020
Maracanã
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @Flamengo (twitter) e @RacingClub (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.12.02 01:27 IFdeA18 Post Match Thread: Santos 0x1 LDU Quito (2x2 no agregado) Copa Libertadores - Oitavas de Final (Jogo de Volta)

Gols

Santos Resultado LDU Quito
0x[1] Zunino '70
 

Estatísticas

Santos Critério LDU Quito
52% Posse de bola 48%
356 Total de passes 326
18 (2) Finalizações (à gol) 12 (3)
6 Escanteios 2
0 Impedimentos 3
18 Desarmes 11
14 Faltas 13
4 Cartões amarelos 2
1 Cartões vermelhos 2
 

Escalações

Santos LDU Quito
4-3-3 4-2-3-1
G John Victor (24) G Gabbarini (22)
LD Pará (4) LD Perlaza (13)
Z Lucas Veríssimo (28) Z Luis Caicedo (4)
Z Luan Peres (14) Z Ordóñez (21)
LE Felipe Jonatan (3) LE Ayala (6)
V Alison (5) V Vilarruel (5)
V Diego Pituca (21) V Alcívar (8)
M Soteldo (10) M Quinteros (14)
A Marinho (11) M Billy Arce (14)
A Lucas Braga (36) A Jholan Julio (26)
A Kaio Jorge (9) A Martínez Borja (19)
T Cuca T Pablo Repetto
 

Reservas

Santos: G João Paulo (30), LD Madson (23), Z Wagner Leonardo (6), Z Luiz Felipe (2), Z Laércio (20), V Vinicius Balieiro (26), V Sandry (18), V Jobson (8), M Jean Mota (17), M Lucas Lourenço (37), A Arthur Gomes (23) e A Bruninho (33).
LDU Quito: G Nazareno (1), G Viveros (12), Z Cabeza (3), LE Cruz (20), V Vega (7), V Espinoza (28), M Jefferson Arce (18), M Zunino (23), A Medina (9), A Jama (16), A Marcos Caicedo (17) e A Aguirre (27).
 
19h15, 01 de dezembro de 2020
Vila Belmiro
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @SantosFC (twitter) e @LDU_Oficial (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.12.02 01:16 IFdeA18 Post Match Thread: União Santa Fé 0x0 Bahia (0x1 no agregado) Copa Sul-Americana - Oitavas de Final (Jogo de Volta)

Estatísticas

União Santa Fé Critério Bahia
60% Posse de bola 40%
480 Total de passes 281
11 (1) Finalizações (à gol) 4 (1)
6 Escanteios 2
2 Impedimentos 0
17 Faltas 16
4 Cartões amarelos 4
2 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

União Santa Fé Bahia
4-3-3 4-3-3
G Moyano (25) G Douglas Friedrich (1)
LD Vera (36) LD Nino Paraíba (2)
Z Blasi (17) Z Anderson Martins (44)
Z Galván (27) Z Juninho (4)
LE Corvalán (3) LE Matheus Bahia (36)
V Nardoni (30) V Gregore (26)
V Leyes (33) V Ramon (27)
M Carabajal (10) V Édson (35)
A Luna Diale (23) A Élber (7)
A Zenón (34) A Rossi (11)
A Fernando Márquez (9) A Gilberto (9)
T Juan Azconzábal T Cláudio Prates
 

Reservas

Bahia: G Anderson (12), G Matheus Teixeira (24), Z Ernando (14), V Elias (5), M Rodriguinho (8), M Alesson (38), M Daniel (10), M Fessin (37), M Marco Antônio (40), A Clayson (25) e A Gabriel Novaes (29).
União Santa Fé: G Bonansea (35), Z Portillo (46), Z Franco Calderón (2), LE Nani (6), V Assís (15), V Comas (21), M Elizari (18), M Esquivel (37), M Gastón González (41), A Andereggen (12), A Cabrera (7) e A Juan Garcia (31).
 
19h15, 01 de dezembro de 2020
15 de Abril
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @clubaunion (twitter) e @ECBahia (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.12.02 01:07 IFdeA18 Post Match Thread: River Plate 1x0 Athlético-PR (2x1 no agregado) Copa Libertadores - Oitavas de Final (Jogo de Volta)

Gols

River Plate Resultado Athlético-PR
De La Cruz '84 [1]x0
 

Estatísticas

River Plate Critério Athlético-PR
67% Posse de bola 33%
576 Total de passes 271
23 (9) Finalizações (à gol) 9 (4)
9 Escanteios 4
5 Impedimentos 1
15 Desarmes 18
15 Faltas 15
2 Cartões amarelos 2
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

River Plate Athlético-PR
3-5-2 3-4-3
G Armani (1) G Bento (24)
Z José Rojas (2) Z Pedro Henrique (34)
Z Paulo Díaz (17) Z Thiago Heleno (4)
Z Pinola (22) Z Lucas Halter (15)
AD Montiel (29) AD Erick (26)
V Enzo Pérez (24) V Richard (35)
M Ignacio Fernández (26) V Christian (17)
M De La Cruz (11) AE Léo Cittadini (18)
AE Casco (20) A Lucho González (3)
A Matías Suárez (7) A Carlos Eduardo (7)
A Borré (19) A Walter (39)
T Marcelo Gallardo T Paulo Autuori
 

Reservas

River Plate: G Lux (14), G Bologna (25), LD Jorge Moreira (16), LE Angileri (3), V Zuculini (5), V Sosa (13), V Ponzio (23), M Carrascal (8), A Júlian Álvarez (9), A Girotti (15) e A Lucas Pratto (27).
Athlético-PR: Z Edu (14), LE João Victor (23), V Kawan (21), M Jorginho (10), M Ravanelli (32), M Bruno Leite (40), A Fabinho (37), A Bissoli (9) e A Renato Kayzer (29).
 
19h15, 01 de dezembro de 2020
Libertadores de América
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @RiverPlate (twitter) e @AthleticoPR (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.12.01 07:40 FlamengoBot Match Thread Flamengo x Racing (ARG) - Libertadores 2020

 
FLAMENGO 1 (3) X (5) 1 RACING (ARG)
 
Gols: Sigali (RAC) (0-1, 20'/2ºT) e Willian Arão (FLA) (47'/2ºT)
Cartão amarelo: Rodrigo Caio e Filipe Luís (FLA); Mena e Fabrício Domínguez (RAC).
Cartão vermelho: Rodrigo Caio (FLA)
 
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e horário: 1º de dezembro de 2020, às 21:30h (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann e Claudio Urrutia (CHI)
Árbitro de vídeo: Julio Bascuñán (CHI)
 
FLAMENGO
Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Diego, 43'/2ºT) e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Pedro, 25'/2ºT) e Arrascaeta (João Gomes, 19'/2ºT); Bruno Henrique e Vitinho. Técnico: Rogério Ceni
RACING (ARG)
Arias; Fabrício Dominguez, Sigali, Nery Dominguez (Órban, 27'/2ºT), Soto e Mena; Reniero (Alcaraz, 41'/1ºT), Miranda, Rojas e Fértoli (Montoya, 8'/2ºT); Lisandro López. ​
Técnico: Sebástian Beccacece
 
Pré-Jogo:
Pós-Jogo:
 
submitted by FlamengoBot to Flamengo [link] [comments]


2020.12.01 01:57 IFdeA18 Post Match Thread: Fluminense 0x0 Red Bull Bragantino Campeonato Brasileiro

Estatísticas

Fluminense Critério Red Bull Bragantino
45% Posse de bola 55%
362 Total de passes 438
7 (1) Finalizações (à gol) 11 (4)
5 Escanteios 5
4 Impedimentos 0
17 Desarmes 24
15 Faltas 21
2 Cartões amarelos 3
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Fluminense Red Bull Bragantino
4-4-2 4-3-3
G Maros Felipe (1) G Cleiton (40)
LD Calegari (31) LD Aderlan (13)
Z Luccas Claro (3) Z Léo Ortiz (3)
Z Matheus Ferraz (4) Z Ligger (4)
LE Igor Julião (21) LE Luan Cândido (36)
V André (35) V Raul (23)
V Martinelli (38) M Lucas Evangelista (35)
M Nenê (77) M Claudinho (10)
M Marcos Paulo (11) A Artur (7)
A Lucca (7) A Helinho (37)
A Wellington Silva (17) A Ytalo (15)
T Odair "Maionese" Hellmann T Maurício Barbieri
 

Reservas

Fluminense: G João Lopes (12), G Pedro Rangel (22), LD Daniel (32), Z Frazan (13), Z Luan (40), V Nascimento (41), M Ganso (10), M Miguel (30), A Fernando Pacheco (16), A Felipe Cardoso (19), A Luiz Henrique (34) e A Caio Pauslista (70).
Red Bull Bragantino: G Alex Alves (32), Z Fabrício Bruno (14), Z Haydar (23), LE Edmiar (6), V Ricardi Ryller (25), M Bruno Tubarão (20), M Ramires (16), M Cuello (28), M Vitinho (31), A Hurtado (33) e A Alerrandro (9).
 
20h, 30 de novembro de 2020
Maracanã
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @FluminenseFC (twitter) e @RedBullBraga (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.30 23:57 IFdeA18 Post Match Thread: Vasco 1x4 Ceará Campeonato Brasileiro

Gols

Vasco Resultado Ceará
0x[1] Pedro Naressi '4
0x[2] Cléber '26
Ribamar '65 (Pen.) [1]x2
1x[3] Saulo Mineiro '79
1x[4] Vina ' 89 (Pen.)
 

Estatísticas

Vasco Critério Ceará
68% Posse de bola 32%
12 (4) Total de passes 11 (6)
487 Finalizações (à gol) 230
9 Escanteios 3
1 Impedimentos 3
9 Desarmes 16
15 Faltas 18
3 Cartões amarelos 1
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Vasco Ceará
3-4-3 4-2-3-1
G Lucão (56) G Richard (91)
Z Miranda (35) LD Samuel Xavier (22)
Z Leandro Castán (5) Z Klaus (44)
Z Ricardo Graça (36) Z Luiz Otávio (13)
AD Léo Matos (3) LE Bruno Pacheco (6)
V Andrey (15) V Fabinho (19)
V Leonardo Gil (7) V Pedro Naressi (21)
AE Neto Borges (33) M Lima (45)
A Carlinhos (23) M Vina (29)
A Gustavo Torres (77) M Léo Chú (26)
A Ribamar (9) A Cléber (89)
T Alexandre Grasseli T Guto Ferreira
 

Reservas

Vasco: G Alexander (55), LD Cayo Tenório (41), Z Marcelo Alves (30), LE Henrique (37), V Bruno Gomes (18), V Marcos Júnior (20), V Felipe Bastos (8), V Juninho (50), M Lucas Santos (28), M Martín Benítez (10), A Tiago Reis (27) e A Ygor Catatau (38).
Ceará: G Fernando Prass (1), LD Eduardo (86), Z Eduardo Brock (4), Z Alyson (14), LE Kelvyn (70), V Ricardinho (8), M Felipe Baxola (10), M Wescley (39), A Mateus Gonçalves (7), A Victor Jacaré (40), A Saulo Mineiro (70) e A Leandro Carvalho (80).
 
18h, 30 de novembro de 2020
São Januário
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @VascodaGama (twitter) e @CearaSC (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.30 23:54 IFdeA18 Post Match Thread: Grêmio 2x1 Goiás Campeonato Brasileiro

Gols

Grêmio Resultado Goiás
Jean Pyerre '19 [1]x0
Maicon '57 [2]x0
2x[1] João Marcos '70
 

Estatísticas

Grêmio Critério Goiás
65% Posse de bola 35%
671 Total de passes 346
26 (10) Finalizações (à gol) 5 (2)
8 Escanteios 1
2 Impedimentos 1
17 Desarmes 17
15 Faltas 17
2 Cartões amarelos 2
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Grêmio Goiás
4-3-3 4-2-3-1
G Vanderlei (27) G Tadeu (23)
LD Victor Ferraz (2) LD Taylon (32)
Z Geromel (3) Z Fábio Sanches (27)
Z Rodrigues (38) Z David Duarte (3)
LE Diogo Barbosa (32) LE Jefferson (13)
V Matheus Henrique (7) V Breno (5)
V Maicon (8) V Ariel Cabral (16)
M Jean Pyerre (10) M Shaylon (17)
A Luiz Fernando (33) M Miguel Figueira (80)
A Ferreira (47) M Keko (11)
A Diego Souza (29) A Fernandão (99)
T Renato Gaúcho T Glauber Ramos
 

Reservas

Grêmio: G Paulo Victor (1), LD Orejuela (17), Z David Braz (14), Z Ruan (44), LE Bruno Cortez (12), V Darlan (15), V Lucas Silva (16), M Éverton (11), A Isaque (46), A Pepê (25) e Churín (19).
Goiás: G Marcelo Rangel (88), Z Heron (15), LE Rodrigues (38), LE Daniel Oliveira (21), V Henrique (44), Daniel Silva (25), A Marinho (37), A João Marcos (7) e A Rafael Moura (9).
 
18h, 30 de novembro de 2020
Arena do Grêmio
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @Gremio (twitter) e @goiasoficial (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.30 17:53 joaoh2001 Sem apresentar provas, Doria impõe quarentena nível amarelo

Sem apresentar provas, Doria impõe quarentena nível amarelo submitted by joaoh2001 to brasilivre [link] [comments]


2020.11.29 23:32 modassistente Há brancos, pretos e amarelos maus, muito maus…

Há brancos, pretos e amarelos maus, muito maus… submitted by modassistente to CPLP [link] [comments]


2020.11.29 17:18 clanadelrey Domingo amarelo

Domingo amarelo submitted by clanadelrey to selfie [link] [comments]


2020.11.29 12:34 Diario_Distrito Mau tempo: Aviso amarelo para 10 distritos devido à agitação marítima - IPMA

Mau tempo: Aviso amarelo para 10 distritos devido à agitação marítima - IPMA submitted by Diario_Distrito to u/Diario_Distrito [link] [comments]


2020.11.29 02:52 IFdeA18 Post Match Thread: Atlético-GO 0x0 Internacional Campeonato Brasileiro

Estatísticas

Atlético-GO Critério Internacional
41% Posse de bola 59%
281 Total de passes 397
9 (0) Finalizações (à gol) 17 (6)
8 Escanteios 9
5 Impedimentos 4
8 Desarmes 14
20 Faltas 18
1 Cartões amarelos 4
0 Cartões vermelhos 1
 

Escalações

Atlético-GO Internacional
4-3-3 4-4-2
G Jean (1) G Marcelo Lomba (12)
LD Arnaldo (2) LD Heitor (2)
Z Éder (3) Z Rodrigo Moledo (4)
Z Gilvan (4) Z Victor Cuesta (15)
LE Nicolas (6) LE Uendel (6)
V Willian Maranhão (5) V Rodrigo Lindoso (19)
V Matheus Vargas (8) V Johnny (30)
M Éverton Felipe (10) M Patrick (88)
A Chico (11) M D'Alessandro (10)
A Janderson (7) A Yuri Alberto (11)
A Zé Roberto (9) A Thiago Galhardo (17)
T Marcelo Cabo T Leomir de Souza
 

Reservas

Atlético-GO: G Maurício Kozlinski (12), Z Pereira (13), Z Oliveira (14), V Baralhas (15), V Rithely (16), M Wellington Rato (17), A Danilo Gomes (18), A Júnior Brandão (19) e A Vitor (20).
Internacional: G Emerson Júnior (38), G Daniel (42), LD Rodinei (22), Z Lucas Ribeiro (14), Z Matheus Jussa (25), V Musto (5), V Zé Gabriel (35), V Praxedes (45), M Marcos Guilherme (23), M Maurício (27) e A Leandro Fernández (18).
 
21h, 28 de novembro de 2020
Antônio Accioly
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @ACGOficial (twitter) e @SCInternacional (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.29 01:01 IFdeA18 Post Match Thread: Bahia 1x3 São Paulo Campeonato Brasileiro

Gols

Bahia Resultado São Paulo
0x[1] Luciano '52
0x[2] Arboleda '66
0x[3] Luciano '73
Clayson '81 [1]x3
 

Estatísticas

Bahia Critério São Paulo
37% Posse de bola 63%
347 Total de passes 597
15 (6) Finalizações (à gol) 17 (8)
5 Escanteios 9
1 Impedimentos 1
7 Desarmes 9
12 Faltas 15
0 Cartões amarelos 2
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Bahia São Paulo
4-3-3 4-4-2
G Douglas Friedrich (1) G Tiago Volpi (1)
LD Edson (35) LD Juanfran (20)
Z Ernando (14) Z Arboleda (5)
Z Juninho () Z Léo Pelé (16)
LE Matheus Bahia (79) LE Reinaldo (6)
V Elias (5) V Luan (13)
V Gregore (26) V Daniel Alves (10)
V Ramon (36) M Gabriel Sara (21)
A Rossi (11) M Igor Gomes (26)
A Rodriguinho (10) A Luciano (11)
A Alesson (21) A Brenner (30)
T Cláudio Prates T Fernando Diniz
 

Reservas

Bahia: G Matheus Teixeira (32), LD Nino Paraíba (2), V Elton (17), M Marco Antonio (30), M Daniel (8), M Fessin (70), A Élber (7), A Clayson (25) e A Saldanha (99).
São Paulo: G Thiago Couto (40), G Júnior (41), Z Rodrigo Freitas (32), LE Wellington (34), V Tchê Tchê (8), V Rodrigo Nestor (25), M Victor Bueno (12), M Hernanes (15), A Pablo (9), A Tréllez (17), A João Rojas (22) e A Galeano (27).
 
19h, 28 de novembro de 2020
Arena Fonte Nova
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @ECBahia (twitter) e @SaoPauloFC (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.28 22:54 IFdeA18 Post Match Thread: Santos 4x2 Sport Campeonato Brasileiro

Gols

Santos Resultado Sport
Marinho '7 (Pen.) [1]x0
Lucas Braga '13 [2]x0
2x[1] Marquinhos '28
2x[2] Leandro Barcia '45+1
Bruninho '71 [3]x2
Soteldo '82 (Pen.) [4]x2
 

Estatísticas

Santos Critério Sport
59% Posse de bola 41%
423 Total de passes 291
11 (5) Finalizações (à gol) 9 (3)
5 Escanteios 4
3 Impedimentos 0
12 Desarmes 14
17 Faltas 24
3 Cartões amarelos 3
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Santos Sport
4-3-3 3-5-2
G John (31) G Luan Polli (27)
LD Pará (4) Z Igor Maidana (6)
Z Lucas Veríssimo (28) Z Adryelson (34)
Z Luiz Felipe (2) Z Chico (44)
LE Felipe Jonatan (3) AD Patric (2)
V Jobson (8) V Ricardinho (20)
V Diego Pituca (21) V Márcio Araújo (8)
M Lucas Lourenço (37) M Lucas Mugni (10)
A Marinho (11) AE Júnior Tavares (3)
A Lucas Braga (30) A Marquinhos (33)
A Kaio Jorge (9) A Leandro Barcia (11)
T Cuca T César Lucena
 

Reservas

Santos: G João Paulo (34), LD Madson (13), Z Laércio (6), Z Wagner Leonardo (42), V Vinícius Balieiro (17), V Sandry (38), M Jean Mota (41), A Arthur Gomes (23), A Marcos Leonardo (36), A Soteldo (10), A Bruninho (19) e A Tailson (39).
Sport: G Maílson (1), LD Ewerthon (66), Z Rafael Thyere (15), LE Luciano Juba (46), V Marcão Silva (77), V Ronaldo Henrique (5), M Jonathan Gomez (16), M Gustavo Oliveira (39), M Bruninho (14), A Maxwell (40), A Mikael (99) e A Vinícius Popó (19).
 
17h, 28 de novembro de 2020
Vila Belmiro
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @SantosFC (twitter) e @sportrecife (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.28 22:52 IFdeA18 Post Match Thread: Palmeiras 3x0 Athlético-PR Campeonato Brasileiro

Gols

Palmeiras Resultado Athlético-PR
Patrick de Paula '8 [1]x0
Rony '35 [2]x0
Rony '50 [3]x0
 

Estatísticas

Palmeiras Critério Athlético-PR
58% Posse de bola 42%
469 Total de passes 356
22 (8) Finalizações (à gol) 4 (1)
10 Escanteios 1
4 Impedimentos 2
11 Desarmes 10
16 Faltas 15
2 Cartões amarelos 1
0 Cartões vermelhos 0
 

Escalações

Palmeiras Athlético-PR
4-2-3-1 4-3-3
G Weverton (51) G Bento (99)
LD Gabriel Menino (65) LD Erick (26)
Z Emerson Santos (62) Z Pedro Henrique (34)
Z Gustavo Gómez (45) Z Thiago Heleno (44)
LE Viña (47) LE João Victor (40)
V Patrick de Paula (55) V Wellington (5)
V Danilo (58) V Christan (88)
M Lucas Lima (50) M Léo Cittadini (18)
M Zé Rafael (48) A Bissoli (17)
M Gustavo Scarpa (64) A Walter (17)
A Rony (61) A Renato Kayzer (79)
T Abel Ferreira T Paulo Autuori
 

Reservas

Palmeiras: G Vinícius Silvestre (52), Z Kuscevic (54), Z Luan (63), Z Alan Empereur (56), LE Esteves (46), A Breno Lopes (49), A Gabriel Silva (59) e A Gabriel Veron (57).
Athlético-PR: G Kawan (77), V Lucho González (10), M Bruno Leite (70), M Ravanelli (14), M Jorginho (91) e A Iago (31).
 
17h, 28 de novembro de 2020
Allianz Parque
 
Obs.: Informações via globoesporte.globo.com, espn.com.br, flashscore br, @Palmeiras (twitter) e @Athletico-PR (twitter).
submitted by IFdeA18 to futebol [link] [comments]


2020.11.28 13:17 Gullible-Deal8737 Seis distritos sob aviso amarelo este sábado por previsão de chuva forte

Seis distritos sob aviso amarelo este sábado por previsão de chuva forte submitted by Gullible-Deal8737 to u/Gullible-Deal8737 [link] [comments]


2020.11.28 12:37 Gullible-Deal8737 Distrito de Setúbal sob aviso amarelo do IPMA para domingo

Distrito de Setúbal sob aviso amarelo do IPMA para domingo submitted by Gullible-Deal8737 to u/Gullible-Deal8737 [link] [comments]


2020.11.28 00:00 altovaliriano O Stark em Winterfell - Bran e o Rei Pescador

Texto original: https://asoiaf.westeros.org/index.php?/topic/125401-the-winged-wolf-a-bran-stark-re-read-project-part-ii-asos-adwd/page/3/&tab=comments#comment-6823505
Autor: SacredOrderOfGreenMen / float-freely-forever
O texto abaixo é uma tradução.
-----------------------------------
ASOIAF tem sido chamada de "uma carta de amor à democracia" pela forma como critica impiedosamente o feudalismo e a monarquia e por (aparentemente) não dar a nenhum rei um POV (apenas a duas rainhas), ao mesmo tempo em que apresenta todos os homens que são capazes de sentar no trono ou usar uma coroa como sendo, em última análise, indignos. Há Robert Baratheon, o Rei Devasso; seu sucessor, o rei Joffrey, cuja reivindicação foi baseada em uma mentira e mostrou-se ineficaz e inadequado ao papel de todas as formas possíveis; Viserys, o Rei Pedinte, seu pai Aerys, o Rei Louco e muitos outros. Renly, Stannis, Balon, Euron. Todos ficam aquém ou falham.
O feudalismo é exibido como uma ordem social inerentemente violenta, supérflua e repugnante em quase todos os aspectos. Todos os aspectos, exceto um: os Starks, e em particular a narrativa da realeza mágica que existe em torno de Bran.
"O Stark em Winterfell" é a encarnação do Rei Pescador em ASOIAF, uma figura lendária da mitologia inglesa e galesa que está espiritual e fisicamente conectado à terra, e cujas fortunas, boas e ruins, são espelhadas no reino. É uma história que, ao contar como o rei é mutilado e depois curado pelo poder divino, valida essa monarquia. O papel de "O Stark em Winterfell" é feito para ser o que seu criador, Brandon o Construtor, foi: uma fusão de opostos aparentes – homem e deus, rei e vidente verde, e o monólito que é seu assento é tanto castelo quanto árvore, uma "monstruosa árvore de pedra" (AGOT, Bran II).

"Era diferente quando havia um Stark em Winterfell"

Um ditado que existe na família é invocado por Ned e Catelyn em AGOT quando da viagem para o Sul: "Tem de haver um Stark em Winterfell sempre".
Por que? Quando falada, a frase é entoada, quase como um leigo medieval da Igreja Católica a repetir uma oração em latim, não entendendo completamente o que as palavras significam, mas sabendo que elas são importantes de alguma forma.
Outras Grandes Casas não vivem com essa restrição: Jon Arryn esteve ausente do Vale por grande parte de 14 anos, sem uma data clara para voltar [...]. Nestor Royce era seu regente. Um primo distante de Tywin Lannister, Damion, é deixado para governar, e ninguém parece particularmente preocupado que nenhum Lannister do ramo principal vivesse lá. Doran Martell prefere governar a partir dos Jardins de Água.
É o Liddle que Bran encontra nas montanhas do Norte que nos dá a razão mais clara e explícita do porquê sempre deve haver um Stark em Winterfell:
Quando havia um Stark em Winterfell, uma donzela podia percorrer a estrada do rei usando o vestido do dia de seu nome e nada sofrer, e os viajantes encontravam fogo, pão e sal em muitas estalagens e castros. Mas agora as noites são mais frias, e as portas estão fechadas. (ASOS, Bran II)
Até certo ponto, Bran também já havia articulado isto:
Já tinha idade suficiente para saber que não era realmente por ele que gritavam… Era a colheita que festejavam, Robb e suas vitórias, o senhor seu pai e o avô e todos os Stark desde há oito mil anos que aclamavam. Mas, mesmo assim, aquilo fez com que inchasse de orgulho. (ACOK, Bran III)
Quando há um Stark em Winterfell, a terra é pacífica e o povo não morre de fome. Ter um Stark em Winterfell é, por definição, ter uma boa senhoria. O fato de que os nortenhos dependem dos Starks para sua própria sobrevivência está implícito para muitos de seus vassalos, e muitas vezes são as Casas que traçam sua própria existência a eles que são os mais fanáticos em sua lealdade.
Lyanna Mormont, cuja Casa recebeu terras de Rodrik Stark raivosamente rejeita as exigências de Stannis por lealdade, escrevendo: "A Ilha dos Ursos não reconhece nenhum rei que não o Rei do Norte, cujo nome é STARK."
Outra jovem senhora do Norte, Wylla Manderly vocifera contra as mentiras de Freys sobre Robb e do desagravo (fingido) de seu pai: "os lobos nos acolheram, nos alimentaram e nos protegeram contra nossos inimigos. [...]. Em troca, juramos que seríamos sempre homens deles. Homens dos Stark!“ (ADWD, Davos III)
Bran nos diz em AGOT que, nos Clãs das Montanhas (entre outros), "quando a neve caísse e os ventos gelados uivassem do norte, [...] os agricultores deixariam seus campos congelados e fortificações distantes, carregariam suas carroça" e se refugiaram na vila de inverno de Winterfell. Quando os homens dos clãs dizem a Asha que eles preferem que seus "homens morram lutando pela garotinha de Ned do que sozinhos e famintos na neve, chorando lágrimas que vão congelar em suas bochechas" também é provável que estejam fazendo uma tentativa desesperada de recuperar seu refúgio.
Por conta da vila de inverno, ser o Stark em Winterfell é um cargo imensamente importante que não tem equivalente em nenhum outro lugar. Significa ser um governante prático que conhece seus súditos intimamente e que cuida deles quando o inverno chega – algo que eles recordam constantemente. Ned pratica isso em seu próprio governo em Winterfell:
O pai costumava dizer que um senhor devia comer com seus homens se esperava conservá-los. Arya um dia o ouviu dizer a Robb: “Conheça os homens que o seguem e deixe que eles o conheçam. Não peça aos seus homens para morrer por um estranho”. Em Winterfell, havia sempre um lugar extra à sua mesa, e todos os dias um homem diferente era convidado a juntar-se a eles. (ACOK, Arya II)
Na mitologia da Europa Ocidental, (tendo em conta que a Europa Ocidental é a principal inspiração de GRRM para Westeros), há um conjunto de lendas sobre o chamado Rei Pescador. O Rei Pescador, também conhecido como o Rei Mutilado ou Rei Ferido, contém dentro de sua linhagem o rei bretão Arthur e o rei galês Bran, o Abençoado.
Para os ingleses, o Rei Pescador é um dos guardiões do Santo Graal. Ele foi ferido ou mutilado e, como resultado, é infértil, e é sustentado apenas pelo poder do Graal. Por sua vez, sua terra se torna infértil e estéril também, e o único alimento possível ali é peixe, daí vem seu nome. Em algumas versões, o pai é o Rei Ferido e seu filho é o Pescador. O usuário do Tumblr theelliedoll analisa essa conexão, escrevendo em seu metatexto:
O sentido do Rei Pescador como um personagem mítico não é tanto as particularidades de seu caráter ou mesmo de sua lesão, mas o simples fato de que sua aflição (sexual) é transferida para suas terras. O mito pressupõe assim uma conexão mística, inextricável e empática entre rei e reino que exige do rei uma virilidade potente e generativa, e assim o mito funciona como a narrativa simbólica que articula uma ideologia dominante no poder [da Europa Medieval, a inspiração de Westeros para GRRM]. Essa ideologia de poder é a ideia da divindade do rei, que é em si inseparável das noções de herança e primogenitura.
O mito do Rei Pescador funciona então simplesmente como uma estratégia de legitimação da autoridade real e, consequentemente, de uma monarquia cada vez mais absolutista, percebida (e culturalmente representada) como a única forma imaginável de governo.
O Stark em Winterfell é o equivalente de ASOIAF ao Rei Pescador, cujas infortúnios pessoais são espelhadas na própria terra. Há pelo menos dois casos na história em que o Rei do Inverno é referido como "O Stark em Winterfell" [no Brasil, traduzidos como “Stark de Winterfell”]:
"O Stark de Winterfell queria a cabeça de Bael" (ACOK, Jon VI)
"O Stark de Winterfell teve de dar uma mão [para parar a rebelião na Patrulha da Noite]” – (ASOS, Jon VII)

"Ele é o jovem Rei Arthur" - GRRM, sobre Bran

Há um personagem, na narrativa, que é chamado por outros e chama-se Stark em Winterfell: Bran, filho de Lorde Eddard e Lady Catelyn:
Sou o príncipe. Sou o Stark em Winterfell.
É o Stark em Winterfell, e o herdeiro de Robb. Tem de parecer principesco – juntos, vestiram-no de forma condizente com um senhor.
Era um Stark em Winterfell, filho do seu pai e herdeiro do irmão e quase um homem-feito.
-(ACOK)
E que também detém os intimamente associados títulos de príncipe e herdeiro de Winterfell:
Ele era o Príncipe de Winterfell, filho de Eddard Stark, quase um homem-feito e, além disso, um warg
"também é o nosso príncipe, o filho de nosso senhor e o verdadeiro herdeiro de nosso rei" (Meera para Bran)
Jojen fitou-o comseus olhos verde-escuros. – Não há nada aqui que nos faça mal, Vossa Graça.
Ele é o nosso príncipe. -(Meera para Samwell Tarly)
De noite, todos os mantos são negros, Vossa Graça. -(Jojen para Bran)
A história de Bran também é muito semelhante à encarnação galesa do Rei Pescador: Bran, o Abençoado, que lutou contra um exército de guerreiros mortos-vivos (wights) que foram continuamente revividos por um caldeirão mágico (O Coração do Inverno). Seu meio-irmão, (Jon Snow) se esconde entre os mortos após uma batalha a fim de ser jogado no caldeirão (Jon, veja bem, poderia muito bem estar dentro de Fantasma, cujo nome foi a última palavra que ele falou, e a Patrulha da Noite poderia muito bem ter entrado em colapso agora, sem falar na própria Muralha) e ser capaz de destruí-lo , mas morre no processo. Ele tem um nome muito semelhante a um dos outros títulos do Rei Pescador: o Rei Ferido. A história o chama, e ele chama a si mesmo, repetidamente, de "quebrado".
apenas quebrado. Como eu, pensou.
Bran – ele falou, sem vontade. Bran, o Quebrado. – Brandon Stark. – O menino aleijado.
mas quem se casaria com um garoto quebrado como ele?
Através das brumas dos séculos, o garoto quebrado só podia observar.
O sofrimento de Bran por causa de sua mutilação e a própria Winterfell estar "quebrada" estabelece uma ligação empática entre rei e reino.
GRRM disse o seguinte de Tolkien, quem ele admira:
O Senhor dos Anéis tinha uma filosofia muito medieval: que se o rei fosse um bom homem, a terra prosperaria. Olhamos para a história real e não é assim tão simples. Tolkien pode dizer que Aragorn se tornou rei e reinou por cem anos, e ele foi sábio e bom. Mas Tolkien não faz a pergunta: qual era a política fiscal de Aragorn? Ele manteve um exército permanente? O que ele fazia em tempos de inundação e fome?
-GRRM também implicitamente fez a pergunta: Como os seres humanos, que são falhos e mortais, podem virar monarcas perfeitos, como o Rei Pescador deveria ser? A história de Bran, entrelaçada com a de seu antepassado Brandon, o Construtor, é sua resposta a essa pergunta. Desde o início, os Starks foram preparados pelos Deuses Antigos. A lenda westerosi diz que o Construtor teve a ajuda de gigantes, e usou a magia dos Filhos da Floresta para construir a Muralha. Quando Catelyn olha nos olhos da árvore-coração de Winterfell, ela pensa que eles são "mais velhos do que Winterfell. Se as lendas eram verdadeiras, tinham visto Brandon, o Construtor, assentar a primeira pedra; tinham visto as muralhas de granito do castelo crescer à sua volta. (AGOT, Catelyn I)
Jon Snow, outro que não é um Stark pela linha masculina, tem pesadelos em que as Criptas "não são seu lugar" e recusa a oferta de Stannis para ser o Senhor quando ele percebe, "o represeiro era o coração de Winterfell... mas para salvar o castelo, Jon teria de arrancar esse coração até suas antigas raízes e entregá-lo ao faminto deus de fogo da mulher vermelha. Não tenho o direito, pensou. Winterfell pertence aos deuses antigos" (ASOS, Jon XII)
Quando Rickon levou os Walders para as Criptas, Bran ficou furioso: "Você não tinha o direito! [...] Aquele lugar é nosso, dos Stark!
Não é por acaso que os contos sugerem que a árvore-coração, "o coração de Winterfell" é dito ter testemunhado o trabalho do Construtor. Na verdade, no Norte, a árvore-coração é usada como testemunha para votos de todos os tipos, incluindo casamentos e contratos. Ramsay e "Arya" dizem seus votos em frente a uma árvore-coração, e Jojen diz a Bran que os filhos da floresta não tinham "nem tinta, nem pergaminhos, nem linguagem escrita. Em vez disso, tinham as árvores, e os represeiros acima de tudo”.
Juntando o que aprendemos sobre a história da Casa Stark em O Mundo de Gelo e Fogo, pudemos ler como o crescimento de seu domínio não era só reflexo do crescimento de Winterfell "ao longo dos séculos como se fosse uma monstruosa árvore de pedra", mas que havia um propósito mais profundo para as guerras que eles travaram. Eles mataram o warg Gaven Greywolf na "Guerra dos Lobos" e o Rei Warg da Ponta do Dragão Marinho, matando seus vidente verdes e levando suas filhas como prêmios.
Estes podem ter sido os eventos históricos que levaram Haggon a dizer: "Ao sul da Muralha, os ajoelhadores nos caçariam e nos matariam como porcos..". Theon Stark, o Lobo Faminto, matou o Rei Marsh e casou-se com sua filha, e é comum rumores de que os crannogmanos se casaram com os Filhos da Floresta. Com base na visita de Howland à Ilha das Faces e ao status de Jojen como um sonhador verde podemos supor que eles têm estreitas conexões com a magia do Deuses Antigos, tenham se casado ou não.
A razão para essas guerras contra outros praticantes da magia do Norte remonta a Brandon o construtor, que eu vou supor também foi o Último Herói, uma vez que foram Winterfell e a Muralha que conseguiram alcançar o que o Último Herói estava determinada a fazer:
E assim, enquanto o frio e a morte enchiam a terra, o último herói decidiu procurar os filhos da floresta, na esperança de que sua antiga magia pudesse reconquistar aquilo que os exércitos dos homens tinham perdido.
Isso remonta a um grande pacto que ele fez com os Filhos há 8000 anos: em troca da ajuda mágica destes, de ser o único legítimo possuidor dessa magia, e ter o mandato para conquistar o Norte, o Construtor e seus descendentes dariam sacrifícios aos Deuses Antigos, preservariam seus represeiros e manteriam os Outros à distância. Todo o propósito do lema da Casa Stark é expresso em "O Inverno está Chegando". Não é um vanglória – como é comumente observado –, é algo mais. É uma justificativa para o direito deles de governar. Ao absorver a magia no sangue do Rei Warg e do Rei Marsh, os Reis do Inverno estavam agindo conforme o pacto. Assim como o Rei Pescador, ou seja, o Rei Arthur, protegeu o Santo Graal, também os Starks mantêm a árvore-coração, tirando dela poder e legitimidade.
É muito provável que o próprio Construtor tenha sido um vidente verde, fundindo-se com a árvore-coração como parte de seu pacto com os Deuses Antigos para se tornar o primeiro Stark em Winterfell. "Bran" significa "corvo" em galês e Corvo de Sangue diz a Bran que as mensagens foram enviadas por corvo entrando-se na pele deles:
Foram os cantores quem ensinaram aos Primeiros Homens a enviar mensagens por corvos... mas, naqueles dias, as aves podiam dizer as palavras. As árvores se lembram, mas os homens esquecem, então agora escrevem a mensagem em pergaminho e amarram em volta da perna da ave com quem nunca compartilharam a pele. (ADWD, Bran III)
Isso não é um acidente, pois GRRM afirmou que os nomes de seus personagens foram escolhidos com "uma boa quantidade de reflexão". Apenas dois indivíduos na narrativa tem a capacidade confirmada de entrar na pele de corvos, e ambos são vidente verdes. Dizem que os reis da Era dos Heróis – o Construtor entre eles – viveram por centenas de anos, exatamente o que os verdes fazem, usando os represeiros como uma espécie de aparelho de manutenção sobrenatural da vida na velhice. Jojen aprofunda nossa compreensão do papel dos represeiros quando diz:
Quando
[os cantores e vidente verdes]
morriam,
entravam na floresta,
em uma folha, um galho ou uma raiz,
e as árvores se lembravam
Todas as suas canções e feitiços, suas histórias e orações, tudo o que sabiam sobre esse mundo. Os cantores acreditam que os represeiros são os antigos deuses.
Quando cantores morrem, eles se tornam parte dessa divindade.
(ADWD, Bran III)
Se o Construtor era de fato um vidente verde, e a árvore-coração de Winterfell seu repouso final (lembre-se daquela lagoa preta bacana ao lado, que ninguém nunca tocou o fundo) – como há fortes evidências de que ele seria – então isso significa que a jornada de Brandon esteve, desde o início, sob o olhar direto de seu ancestral. Quando Bran fala pela primeira vez da árvore-coração, ele diz que "sempre o assustara; as árvores não deveriam ter olhos, pensava Bran, nem folhas que se parecessem com mãos”.
À medida que o preparo de Bran como herdeiro do Construtor continua, ele cai cada vez mais sob sua influência, atraído pelos represeiros cada vez mais, especialmente para a árvore-coração:
Bran sempre gostara do bosque sagrado, mesmo antes, mas nos últimos tempos achara-se cada vez mais atraído para lá. Até a árvore-coração já não o assustava como antes. Os profundos olhos vermelhos esculpidos no tronco claro ainda o observavam, mas, de algum modo, agora tirava conforto disso. Os deuses olhavam por ele, dizia a si mesmo, os deuses antigos, deuses dos Stark, dos Primeiros Homens e dos Filhos da Floresta, os deuses do seu pai. Sentia-se seguro à vista deles, e o profundo silêncio das árvores o ajudava a pensar. Bran passara a refletir muito desde a queda; a refletir, a sonhar e a falar com os deuses. (ACOK, Bran VI)
Era uma árvore estranha, mais esguia do que qualquer outro represeiro que Bran tivesse visto e desprovida de rosto, mas pelo menos fazia-o sentir que os deuses estavamali com ele (ASOS, Bran IV)
A árvore-coração em Winterfell viu a colocação da primeira pedra, e foi no Bosque Sagrado que Bran fez sua última escalada sobre as paredes de Winterfell. Verão notavelmente uivava com medo, como se sentindo que algo terrível estava prestes a acontecer do mesmo jeito que Vento Cinzento fizera nas Gêmeas:
Estava no meio da árvore, deslocando-se com facilidade de galho em galho, quando o lobo se pôs em pé e começou a uivar.
Bran olhou para baixo. O lobo calou-se, olhando-o através das fendas de seus olhos amarelos. Um estranho arrepio o atravessou, mas recomeçou a trepar. Uma vez mais o lobo uivou.
Quieto – gritou. – Senta. Fique. Você é pior que a minha mãe – os uivos seguiram Bran até o topo da árvore quando, por fim, saltou para o telhado do armeiro e para fora de vista.
Os Deuses Antigos (e Corvo de Sangue) estão fortemente implícitos em ter previsto seu destino, assim como Summer sentiu. Eles têm inteiramente a intenção de que ele desempenhará seu papel na saga e cumprirá o pacto, quer ele queira ou não:
– Muito dele se transformou em árvore – explicou a cantora que Meera chamava de Folha. – Ele viveu além de seu tempo mortal e, ainda assim, permanece aqui. Por nós, por você, pelos reinos dos homens. Apenas uma pequena força permanece em sua carne. Ele tem mil olhos e um, mas há muito para ver. Um dia, você saberá.
Observei-o por um longo tempo, observei-o com mil olhos e com um. Vi você nascer, e o senhor seu pai antes de você. Vi seus primeiros passos, ouvi sua primeira palavra, fiz parte de seu primeiro sonho. Estava observando quando caiu. E agora finalmente você veio até mim, Brandon Stark, embora a hora seja tardia.
(Bran II e III, ADWD)
A resposta da GRRM à pergunta "Como pode um mortal se tornar um rei perfeito?" é evidente na narrativa de Bran: Apenas tornando-se algo não completamente humano, tendo características divinas e imortais, como a um represeiro, fundidas em seu ser – e, portanto, tornando-se mais ou menos do que completamente humano, dependendo de sua perspectiva.
Este é o único tipo de monarquia ao qual GRRM confere legitimidade, do tipo onde o rei sofre em sua jornada e é quase desumanizado pelo bem de seu povo. O Último Herói (o Construtor) em sua busca pelos Filhos, viu todos os seus 12 companheiros morrerem. Jojen agora está perto da morte, e diz a Bran que:
[…] Terra e água, solo e pedra, carvalhos, olmos e salgueiros, estavam aqui antes de nós, e ainda permanecerão quando tivermos ido.
Assim como você – disse Meera. Aquilo entristeceu Bran. E se eu não quiser permanecer quando vocês se forem?, quase pergunto.-(Bran, ADWD)
Bran viverá mais que seus amigos, Meera e Jojen. Embora ele se reencontre com seus irmãos Arya, Sansa, Rickon e até mesmo Jon, e sua vida com eles seja feliz, Bran viverá mais do que eles também, e que seus filhos. Ele viverá mais que Nymeria, Cão Felpudo, Fantasma e até Verão. Corvo de Sangue lhe disse:
Tenho meus próprios fantasmas, Bran. Um irmão que amava, um irmão que odiava, uma mulher que desejava. Através das árvores, ainda os vejo, mas nenhuma de minhas palavras jamais os alcançou. O passado permanece no passado. (Bran, ADWD)
Através da árvore-coração de Winterfell, Bran será na velhice como Corvo de Sangue é agora, "meio cadáver e meio árvore, [...] parecia menos um homem do que uma sinistra estátua feita de madeira retorcida" e imerso nas memórias de uma infância feliz que está perdida para ele: Ele e Arya correndo brincando com espadas de gravetos no bosque sagrado; escalando as paredes de pedra enquanto Arya e Sansa têm uma luta com bolas de neve; o pai que se senta ao lado do fogo falando "suavemente da era dos heróis e das crianças da floresta"; uma mãe ordenando-lhe para descer antes que caia; ele, Jon e Robb treinando no pátio.
Perto do fim de sua vida, Bran não será tanto um ser humano. Mais como um veículo e canal das energias mágicas que são a fonte do poder da Casa Stark. Ele será um rei quando "nunca pediu para ser um príncipe", um vidente verde quando "era com a cavalaria que sempre sonhara": Ele será o Stark em Winterfell, preso ao lugar primeiro pela paralisação de suas pernas e sua ligação com o lobo gigante e as árvores, depois por sua ligação física com a própria árvore-coração.
Seja qual for a barganha faustiana que o Construtor fez para ajudar os Filhos, é claro que ele não apenas se ofereceu: ele ofereceu seus herdeiros. A jornada de Bran, seu preparo como Senhor, warg e agora vidente verde é processo que possivelmente levará milhares de anos em construção. O próprio Bran vê seu papel de Senhor, o Stark em Winterfell, como seu destino, sua única escolha:
Por que teria de desperdiçar seus dias ouvindo velhos falando de coisas que só compreendia parcialmente? Porque está enfraquecido, lembrou-lhe uma voz no seu interior. Um senhor na sua cadeira almofadada podia ser aleijado. [...] Mas um cavaleiro no seu corcel de batalha não podia. Além disso, era o seu dever. (ACOK, Bran II)
Depois que ele olhou profundamente para o Coração do Inverno, o Corvo de Três Olhos disse a ele: "Agora você sabe por que você deve viver... porque o inverno está chegando."

A Nova Era

A extensão da ajuda dos Cantores a Bran, Casa Stark e o reino traz à mente a pergunta: Por quê? Por que fariam isso? Eles vivem em uma caverna protegida, e estão à beira da extinção em qualquer caso, então o que importa para eles que a humanidade em Westeros possa ser dizimada? A Resposta está na previsão de Folha dos anos que estão por vir:
Foram para baixo da terra – Folha respondeu. – Nas pedras, dentro das árvores. Antes dos Primeiros Homens chegarem, toda esta terra que você chama de Westeros era nosso lar, e mesmo naqueles dias éramos poucos. Os deuses nos deram longas vidas, mas não grandes números, para não saturar o mundo, como os cervos saturariam a floresta se não existissem lobos para caçá-los. Aquela era a aurora dos dias, quando nosso sol estava nascendo. Agora ele se põe, e este é nosso longo minguar. Os gigantes estão quase desaparecidos também, eles que eram nossa perdição e nossos irmãos. Os grandes leões das montanhas do oeste foram mortos, os unicórnios se foram, os mamutes são apenas algumas centenas. Os lobos gigantes sobreviverão a todos nós, mas sua hora também chegará. No mundo que os homens fizeram, não há espaço para eles, ou para nós.
(Bran III, ADWD)
Folha está prevendo a morte de todas as raças mágicas e anciãs do mundo, até mesmo lobos gigantes. Dado que a magia dos represeiros inclui poderes de profecia, talvez ela esteja correta, talvez não. O que é relevante, no entanto, é o que não foi previsto que acabaria: os represeiros e os sacrifícios de sangue dados a eles são de onde vem magia de Westeros. Onde um assentamento humano declinou, os represeiros retornam, como Brienne descobriu nos Sussurros e Bran no Fortenoite. Ambos encontraram represeiros jovens, magros e sem rosto. A civilização ândala, que teme e queima madeiras selvagens, também está morrendo, a medida que o Sul entra em colapso por meio da violência e da fome.
A explicação está nos represeiro, e na ajuda a Bran e, por extensão, ao reino: os filhos pretendem que a humanidade seja herdeira da administração das árvores sagradas que guardam as almas de seus ancestrais e sua memória. A humanidade, ao contrário dos Cantores, se reproduz rapidamente, e qualquer que seja a origem exata dos Outros (seja como arma criada pelos Cantores que saiu pela culatra, ou como alguns teóricos sugerem, troca-peles que realizaram o que Varamyr não conseguiu fazer através de bebês masculinos como as oferendas de Craster, ou algo totalmente diferente), foi apenas com a chegada da humanidade que os Outros entraram para os registro histórico. Os Outros agem como uma ferramenta cósmica contra uma humanidade que esgotaria a terra como "como os cervos saturariam a floresta se não existissem lobos para caçá-los."
Os Outros são os lobos para caçar humanos, o gelo para trazer equilíbrio ao fogo. Os Starks em Winterfell agem como um dos guardiões desse equilíbrio, a tranca em um portão que mantém à distância um poder sombrio na terra, assim como os valirianos eram para o que estava nas profundezas das Quatorze Chamas. Eles manterão esse equilíbrio até que talvez eles, por sua vez, encontrem o mesmo destino que os Cantores e sejam substituídos por outro invasor de Essos. Não surpreeende que Winterfell pareça ter sido projetado tendo em mente a luta contra os Outros e suas criaturas.
Sugere-se que a Ordem Sagrada dos Homens Verdes tenha se combinado de alguma forma com a terra se analisarmos sua pele verde, aura mágica e a administração de um poderoso bosque de represeiros, e é certo que desempenharão algum papel neste projeto, embora ainda não esteja muito claro qual é esse papel, assim como os detalhes desse projeto.

Conclusão

Há uma relação entre as diferentes figuras míticas e as fontes de seu poder:
Em todo caso, há um esboço de força sobrenatural, e até mesmo divindade, na entidade que age como uma ponte entre presente e algo muito maior: Winterfell para o passado antigo, o represeiro para a divindade e o Santo Graal para o deus-criador cristão. A imagem do Rei Pescador em ASOIAF é criada a partir da fusão do papel do Rei do Inverno ao vidente verde, e, por sua vez, a de Winterfell à árvore-coração. Ela se baseia em uma série de enxertos entre seres diversos e distintos, como afirma este meta-texto:
Simbolicamente, o enxerto imagina a súbita junção de coisas diferentes - uma fusão que pode ser perturbadora ou transformadora. O enxerto representa não apenas uma prática horticultural, mas também uma forma de compreender as fronteiras permeáveis e produtivas entre eu e outros, humanos e não humanos, bem como as conexões entre passado, presente e futuro...
Talvez o mais importante, enxertando noções de primogenitura e ideias estritas de parentesco, introduzindo incerteza em distinções renascentistas entre alto e baixo, animais e plantas, humanos e não humanos.
O Stark em Winterfell por sua natureza é destinado a ser um vidente verde, e sua ligação com o castelo é inseparável de sua ligação com a árvore-coração. Através disso, por sua vez, Winterfell adquire o aspecto de uma árvore, assim como o represeiro tem aspectos de pedra. Cada um se torna como o outro, fundido em praticamente um ser, assim como o rei adquire qualidades de divindade e, no caso do Criador Cristão, o deus é pensado como um rei ("rei dos reis, que do teu trono olha para ti"). Winterfell, nunca se diz ter sido "construído" na narrativa. Em vez disso, "Milhares e milhares de anos antes, Brandon, o Construtor, erguera [raised] Winterfell e, segundo alguns diziam, a Muralha." -(AGOT, Bran IV). "Criar" [raise], da maneira que você "cria" uma criança ou cultura, é a maneira pela qual você lida com algo que é orgânico, vivo, com sensibilidade própria. Bran também nota que aqueles que "construíram" Winterfell "nem sequer tinham nivelado a terra; havia colinas e vales por trás dos muros de Winterfell”.
Winterfell é assimétrico e irregular, como as coisas vivas e orgânicas são. Esta imagem está fortemente impressa nela que se diz que "o edifício fora crescendo ao longo dos séculos como se fosse uma monstruosa árvore de pedra, com galhos nodosos, grossos e retorcidos, e raízes que se afundavam profundamente na terra." Cada um feito mais forte por essas relações, com o Stark em Winterfell servindo como um ducto humano.
Da mesma forma que Winterfell se torna como uma árvore, o represeiro tem aspectos de não ser de alguma forma do mundo de carne e osso. Um Blackwood observa sobre um represeiro: "Por mil anos não mostrou nem uma folha. Quando se passarem mais mil anos, ela se transformará em pedra, [...]. Represeiros não apodrecem”.
Muitas vezes na narrativa, a madeira é comparada com osso, liso e branco, e osso é um tecido do corpo que permanece muito tempo após a morte, separado da carne viva. O Construtor também está associado com Ponta Tempestade. "Uns diziam que os filhos da floresta o ajudaram a construí-lo, dando forma às pedras com magia; outros afirmavam que um garotinho lhe tinha dito o que fazer, um garoto que cresceria para se tornar Bran, o Construtor”. -(ACOK, Catelyn III)
Entender o Construtor como um Rei Pescador resolve muitas contradições na história história dele, especialmente a ideia de que um homem procurou por uma raça de seres que fizeram suas casas de madeira e folha para aprender a construir um castelo de pedra. Havia um propósito muito além do aprendizado; ele foi propor uma união: a civilização humana e a floresta primordial, para criar um monólito que é tanto castelo quanto árvore, governado por um homem que é rei e xamã. Como deveria ser. E como será, pelo único rei em Westeros que GRRM e sua história valorizam e honram:
Brandon Stark, o herdeiro de Winterfell, filho de Lorde Eddard e Lady Catelyn.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.11.27 16:28 Sinachi_Ale Entrevista de Netflix com Emicida

Entrevista de Netflix com Emicida

"A luta e as conquistas do Movimento Negro Unificado são invisibilizadas. Ser ativista no Brasil é desgastante, ingrato e perigoso. Subir e gritar 'obrigado, MNU' é pra q eles saibam q é da luta deles que nasce um sonhador como Emicida."
Quem não cantou: "Permita que eu fale não às minhas cicatrizes” em 2019? Se Emicida já era grande, ficou ainda maior depois de tanta lindeza. E o que foi aquele show no Theatro Municipal de São Paulo? Um marco para o movimento negro e para a cultura nacional. Sabe por que? Quatro décadas antes, em 1978, na escadaria daquele prédio, se formou o Movimento Negro Unificado, em um ato que reinvidicou o protagonismo de artistas negros. Essa explosão de emoções é exaltada no novíssimo documentário AmarElo – É Tudo pra Ontem, que o Emicida estreia no meu catálogo. Conversei com ele sobre esse e outros momentos importantes para a sua carreira e para a arte no Brasil.
https://preview.redd.it/kk9eih2lws161.png?width=1280&format=png&auto=webp&s=59822d866d2db407fa0126c21b645b17f3c5d321
Netflix: Como você descreve o que sentiu quando se viu tomando conta do Theatro Municipal quatro décadas depois da manifestação que deu origem ao MNU? Emicida: Como a gente diz, nossos sonhos são heranças de gente que sonhou intensamente antes de a gente chegar aqui. Eu tenho viajado muito no significado dos números... É interessante pensar que 4 é o número de elementos clássicos da natureza, o número de elementos clássicos do hip-hop. Quatro são os fundamentos do próprio Prisma que elaboramos com o projeto AmarElo. E também são quatro décadas que separam nossa ascensão ao palco do Theatro Municipal do encontro das pessoas do MNU naquelas escadarias. Quatro décadas antes do MNU, a frente negra brasileira também sonhou com isso, considerando o Municipal como lugar de onde os melhores sonhos de futuro para este país poderiam alçar voos mais altos. O KL Jay, DJ dos Racionais, em seu primeiro disco solo, tem uma rima que diz: "talvez eu seja a continuação de alguém que no passado representou perigo também”. É dessa forma que me enxergo, como uma continuação, um passo humilde rumo a um mundo melhor.
Netflix: O que simboliza pra vc e pro movimento negro estar ali?
Emicida: Eu acho interessante pontuar uma coisa: eu não sou ligado a nenhuma agremiação, coletivo ou organização que represente o movimento negro. Essa denominação também precisa ser feita no plural, porque não existe um movimento negro, existem vários. Alguns deles, antagonizam bastante, inclusive. Enfim, pluralidade. Eu sou uma pessoa que, na realidade do Brasil, é lido como pardo e que passa boa parte da sua vida com uma relação conflituosa com a sua africanidade. Através do rap, eu pacifico essa relação e descubro que o rap elabora esse discurso com base nas mobilizações de mtas entidades e intelectuais negros. A minha relação mais profunda com essas agremiações que chamamos de movimentos negros é de gratidão, pois, se não fosse por elas, provavelmente eu não teria a autoestima e confiança que adquiri ali nos meus 20 anos. Por isso, é mágico poder subir no palco do Theatro Municipal e homenagear o MNU. A luta e as conquistas deles são muito invisibilizadas, ser ativista no Brasil é desgastante, ingrato e perigoso. Subir ali e gritar "obrigado, MNU" pro mundo, é pra que eles saibam que é da luta deles que nasce um sonhador como Emicida. Pra mim, o show é um presente e uma homenagem a eles, antes de qualquer outra coisa. Fiquei mto feliz que eles conseguiram estar conosco. E escolhemos o Municipal porque aquele palco abrigou alguns dos mais importantes movimentos da arte do planeta [a Semana de Arte Moderna, de 1922] e acho que caminhamos para ser isso. Netflix: Você disse: "Obrigado, Theatro Municipal. Nos vemos nos livros de história". Aquele momento foi como uma supernova? Nosso doc, AmarElo – É Tudo pra Ontem, registrou a emoção. Mas e nos livros de história, como quer que isso seja lembrado?
Emicida: Existe algo mais bonito do que finalizar um ciclo de vida explodindo em luz e gerando mais vida com isso? Acho as supernovas o fenômeno mais bonito da existência. Tenho refletido muito sobre isso com alguns amigos. Adoro astronomia, foram as estrelas que nos trouxeram até aqui. A cada passo, estamos mais perto do fim. Como ele é uma grande incógnita, precisamos produzir supernovas a cada passo, assim, no momento em que o final chegar, em cada passo nosso, terão vários berçários onde estrelas novas surgiram. Quando eu cheguei aqui, tudo era impossível, qualquer coisa que falávamos era vista como problemática, improvável de se realizar. Hoje não é mais. E quero que lembrem de mim no futuro como alguém que sabia que o impossível era grande, mas não maior que si.
Netflix: Como não esmorecer em 2020 e lembrar todos os dias que "eu não sou as tragédias que me cercam. Sou muito mais do que isso”?
Emicida: Dois mil e vinte não é parâmetro (risos). Esmorecer em algum momento é parte da vida. A tristeza não é doença. Pelo contrário, é natural e pode ser não só uma professora, como também uma porta para reflexões importantes que construam um lugar melhor. Precisamos pensar como nos relacionamos com a destruição do planeta, por exemplo. E, a partir de respostas honestas e responsáveis, vamos conseguir colocar a cabeça no travesseiro à noite e chegar a essa conclusão que você trouxe: uma coisa é a tragédia produzida pela ignorância, o ódio e a frustração, outra sou eu. Bibliografia: https://www.tudumnetflix.com.bnao-as-cicatrizes acessado em 20 / 11 / 2020
submitted by Sinachi_Ale to u/Sinachi_Ale [link] [comments]